#42: 👁 O que é ser "normal" para os algoritmos?

Descubra o que os algoritmos pensam sobre a sua aparência, músicas brasileiras com inspirações africanas, a melhor série sobre a Terra e o grafiteiro inventor.

De volta aos conteúdos aleatórios da semana.

Nesta edição tem um teste meio bizarro que tenho certeza que geral vai querer fazer, mesmo sendo contra.

Por isso, a pergunta que faço, que gostaria de levar para a discussão nos comentários é:

O que você faz que não é considerado “normal”, e você tem muito orgulho disso? 😎

Leave a comment

Boa leitura! 😝

(A Edição #42 tem 3min 40s de leitura)


Quer saber o que a Inteligência Artificial pensa de você?

Uma experiência muito interessante e ao mesmo tempo bem preocupante.

Não é novidade que os algoritmos das redes sociais e as inteligências de reconhecimento facial são comprovadamente racistas. Se para você isso é novidade, leia isso aqui.

Mas, algo que para mim sempre ficou meio na sombra era a forma com que essas tecnologias me entendiam e me analisavam.

Agora, eu obtive essa resposta - que compartilho abaixo - e você também pode ter, se tiver afim.

Como?

Só assistir, com sua webcam ligada, ao documentário interativo How Normal Am I (“quão normal eu sou”), criado pelo artista, crítico de tecnologia e designer de privacidade holandês Tijmen Schep.

Através da análise do seu rosto você saberá coisas como:

O seu grau de beleza (0 a 10):

*Detalhe: quem tem nota baixa é porque não se enquadra no tipo de beleza que o algoritmo foi treinado para identificar. Sou branco, magro, jovem. Mais padrão, impossível.

Análise do IMC (Índice de Massa Corporal).

Sim, pelo rosto, é possível saber se você está no “padrão” de peso.

A Sua Idade para o Algoritmo:

Até que estou bem, já que estou prestes a completar 34 anos, rsrsrs.

A Digital do Seu Rosto:

Através desses números e códigos que as câmeras de reconhecimento facial conseguem nos identificar no meio de multidões.

A Sua Porcentagem de Normalidade:

Aqui o conceito de “normal” é altamente questionável.

E é justamente esse o objetivo do documentário: questionar a ética das tecnologias de reconhecimento facial usadas em lojas, apps de relacionamento, entrevistas de emprego…

E não é só isso! Essa experiência indica também:

A SUA EXPECTATIVA DE VIDA.💊

E AS SUAS EMOÇÕES! 😖😐😃

Quer fazer esse teste? Então clique no botão abaixo:

QUÃO NORMAL EU SOU?


Ouça um dos melhores sets de música brasileira:

Um compilado de músicas brasileiras bem fora da bolha.

Esse é o set que o DJ Paulão apresentou em um dos projetos do Boiler Room.

Não conhecia o trampo dele e descobri que ele é:

Radialista, cientista político de formação, curador de projetos culturais e proprietário da ‘Patuá Discos’, uma loja especializada em discos de vinil, na Vila Madalena, São Paulo.

E olha que massa:

Um dos focos dele é a pesquisa musical de músicas brasileiras com influências de matrizes africanas, e na herança musical das religiões afro-brasileiras.

Esse set é sobre isso :

One Strange Rock

Uma série antiga, que só me pegou agora e que é de longe o melhor conteúdo para entender nosso Planeta e o Universo. Lindo e impactante. Vale cada episódio.

Disponível no Disney +.


Um grafiteiro futurista que cria gadgets para criar suas artes. Se liga na doidera das criações do alemão Bond Truluv.

A post shared by @bondtruluv

As artes em si já são malucas, e a forma com que ele cria, fica ainda mais interessante.


💥Conte pra mim o que achou dessa edição?

Se chegou até aqui, pode me ajudar respondendo 4 perguntas rápidas?🔸

Responder as Perguntas (1 min)

🗑 Sh*ft Happens: Newsletter quinzenal com links sobre inovação, tecnologia, futuro e criatividade.  Acesse aqui.

📰 The News - Todo dia, às 6h06 da manhã, um resumo dos principais acontecimentos do Brasil e do Mundo. Assine aqui.

🚂 O Expresso - Toda terça, receba uma curadoria de notícias sobre Curitiba. Assine aqui.


#41:😊 Preciso da sua ajuda!

#40: 😲 Como perder 30 milhões de reais...

#39: 💃Cuidado! Clicou, dançou.🕺


Share Breaking the Bubble

Também estou aqui: Twitter | Instagram | Meu Site